Tenho Dito!

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)


Secar a barriga é a meta de 9 entre 10 mulheres. E isso porque essa que sobrou certamente está com tudo no lugar. Mas pra garantir o resultado, a alimentação acaba sendo bem mais determinante do que os exercícios, que apenas melhoram o resultado. Confira e siga essas dicas para alcançar uma silhueta bem mais sequinha:

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

1 – ABUSE DO LIMÃO
A classe de bioativos do limão, chamados polifenóis, são capazes de eliminar o ganho de peso e o tecido adiposo nos animais, de acordo com pesquisadores. Outra vantagem é que o limão facilita o metabolismo das gorduras. Além disso, o limão contém pectina, substância rica em fibras, que ao ser digerida transforma-se em um gel aderente que impede o estômago de absorver o açúcar mais depressa e aumenta o poder de saciedade. Mais um ponto para quem não quer acumular aquelas gordurinhas na região da barriga.

Como consumir: 4 copos de limonada ao dia — o primeiro deve ser em jejum (12 calorias por unidade).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

2 – ALCACHOFRA FAZ A BARRIGA SECAR
Essa flor possui oxidase, enzima que regula a fome. Também é um alimento diurético e com alta concentração de inulina (fibra alimentar). A ação da oxidase e o fato de ser um alimento diurético auxilia a perda de peso. Além disso, regula a glicemia, facilita a digestão de gorduras e ainda possui vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, fósforo, sódio e ferro. A concentração de inulina mantém a flora intestinal saudável, colaborando para diminuir a barriga.

Como consumir: As cápsulas possuem uma maior concentração da oxidase. A indicação é tomar 3 por dia, antes das principais refeições (64 calorias por unidade).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

3 – LICHIA PODE DIMINUIR ATÉ 15% DA SALIÊNCIA
Dentro dessa frutinha existe uma substância chamada cianidina que age no metabolismo das gorduras. “Ela está mais presente na casca que, infelizmente, é desprezada na hora do consumo. No entanto, tem pequenas quantidades na polpa, gerando benefícios”, diz a nutricionista Roseli Ueno, de São Paulo. Além de auxiliar a queima de gorduras, a lichia é rica em vitamina C e possui antioxidantes que previnem o envelhecimento e o aparecimento de doenças como câncer, alergias e processos inflamatórios.

Como consumir: in natura e logo após ser descascada. Armazene-a na geladeira porque exposta a temperaturas altas, amadurece um pouco mais rápido (6 calorias por fruta).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

4 – MAÇÃ É FRUTA ANTIBARRIGA
Rica em vitamina C, ela auxilia no metabolismo das gorduras e evita a retenção de líquidos. Outro ponto positivo: por ser rica em fibras, ela ajuda a aumentar a saciedade. Uma pesquisa realizada na Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, revelou que 1 maçã ingerida 15 minutos antes de uma refeição é 5 vezes mais eficiente no controle do apetite do que um comprimido sintético, que tem o mesmo objetivo. E a pectina presente na fruta ainda torna a digestão mais lenta.

Como consumir: coma de 1 a 3 maçãs por dia, com casca e tudo (97 calorias por fruta).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

5 – CANELA DESTRÓI A GORDURA
A canela reduz a glicose no sangue e estimula a digestão, e por isso é ótima para quem está em processo de emagrecimento. Esse tempero também faz parte dos alimentos termogênicos que aumentam a temperatura corporal, fazendo com que o metabolismo acelere para manter a temperatura ideal. Um estudo publicado na revista Diabetes Care revelou que a canela também tem a capacidade de reduzir o nível de açúcar no sangue e aumenta a dilatação dos vasos sanguíneos. Ou seja, uma ótima pedida para você evitar o acúmulo de gordurinhas indesejadas na barriga.

Como consumir: 1 colher (café) por dia misturada a sucos, vitaminas, frutas, iogurtes e até em receitas salgadas (20 calorias por colher).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

6 – KIWI AJUDA A SE LIVRAR DAS GORDURINHAS
Além de ser delicioso, o kiwi acelera o metabolismo, forçando o organismo a trabalhar mais para digerí-lo. A fruta tembém é uma excelente fonte de vitamina C (ótima para prevenir o envelhecimento) e de potássio, que ajuda a diminuir a retenção hídrica, acabando com o inchaço e a barriga estufada.

Como consumir: 2 kiwis por dia já são suficientes, de preferência combinados com outras opções de fruta pra que nenhuma fique enjoativa com o passar do tempo (46 calorias por fruta).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

7 – IOGURTE ELIMINA OS ESTOQUES DE GORDURA
O iogurte já é figurinha fácil em dietas de emagrecimento. E quando se fala em barriga chapada ele não fica de fora. A versão desnatada tem poucas calorias, ajuda a regular o intestino e é rica em cálcio, substância amiga da perda de peso. Um estudo feito no Instituto de Nutrição da Universidade do Tenesse, nos EUA, mostrou que o cálcio presente no iogurte de baixas calorias diminui o processo de estoque de gordura, ajudando a combater a obesidade.

Como consumir: 2 iogurtes naturais por dia (73 calorias por unidade).

8 passos pra secar a barriga (e não deixar ela voltar)

8 – TROQUE A CERVEJA PELO CAFÉ E DÊ ADEUS À BARRIGUINHA!
Aquela xícara de café que você toma pela manhã pode ajudá-la a combater as gordurinhas da barriga. Várias pesquisas estão provando isso. Em uma delas, realizada na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a bebida foi apontada como opção para quem quer emagrecer. Isso por causa da presença da cafeína, que age como estimulante, aumenta o metabolismo e ainda auxilia a queima de calorias. Outro estudo, publicado no jornal Metabolism, confirmou que tomar 2 copos de café por dia ajuda a mulher a queimar até 50 calorias a mais do que normalmente ela gastaria nas 4 horas após ingerir a bebida.

Como consumir: 4 vezes por dia (26 calorias por xícara).

[Fonte: Revista Shape]





Gostou? Curtiu? Compartilhe!

Divulgue no Orkut

2 Comentários

  1. Sammy:

    muito boa dica!!
    =*

  2. Rafaela Primo:

    Adorei esse post. Vai virar meu mantra alimentício!