Tenho Dito!

Libertadores 2011: Neymar, Ganso e todo o time do Santos no tudo ou nada


Chegou a hora do tudo ou nada na Taça Libertadores 2011. Na noite desta quarta-feira, 22 de junho, o time do Santos pode entrar para a história com a geração de jogadores mais vitoriosa desde a Era Pelé. O palco da disputa, que começa às 21h50, não poderia ser melhor para o santistas: a decisão vai ser jogada num Pacaembu completamente tomado pela torcida do Peixe, que vai estar ensadecida para ver o time acrescentar mais uma taça a essas da imagem abaixo.

Libertadores 2011: Santos e Peñarol numa disputa histórica

E o Santos entra em campo sabendo que nunca, desde a conquista do bicampeonato em 1963, esteve tão perto da taça novamente. No primeiro confronto contra o Peñarol, quarta-feira passada, no estádio Centenário, em Montevidéu, o placar não saiu do canto. Por isso hoje, em caso de novo empate, haverá prorrogação e, se nada mudar, os pênaltis. Na final, não há a regra do gol qualificado. Assim, o Peñarol não levará vantagem em caso de empate com abertura de placar.

Veja o que está em jogo:

Libertadores 2011: Santos e Peñarol numa disputa histórica

SANTOS
O principal objetivo é ser tricampeão da Libertadores. No Brasil, só o São Paulo alcançou esse feito até agora. Durante 12 anos (entre 1993 e 2005), a dupla Santos-São Paulo dividia o topo do ranking de clubes brasileiros com conquistas continentais, mas o Tricolor desgarrou com o título conquistado sobre o Atlético-PR, há seis anos.

PEÑAROL
cchamado no Uruguai de El Campeón Del Siglo (o Campeão do Século), a equipe aurinegra é uma das mais vitoriosas da história do futebol. Tem cinco títulos de Libertadores e três mundiais. Uma vitória sobre o Santos consolidaria a retomada do clube carbonero, que viveu um período de ostracismo nos últimos anos, e do próprio futebol uruguaio, que voltou a mostrar sua força com a quarta colocação na Copa do Mundo do ano passado.

Libertadores 2011: Santos e Peñarol numa disputa histórica

ESCALAÇÃO DO SANTOS
O time quase completo. O técnico Muricy Ramalho poderá contar com os retornos do lateral-esquerdo Léo, do meia Paulo Henrique Ganso, que estavam machucados, e do zagueiro Edu Dracena, que não jogou no Uruguai porque estava suspenso. Já o lateral-direito Jonathan continua machucado – ele tem uma lesão muscular na coxa direita – e ainda não tem previsão de retorno. Com a volta de Ganso, Muricy vai passar Danilo para a lateral-direita, no lugar de Jonathan. Pará ficará no banco. Confira a escalação: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo.

Libertadores 2011: Santos e Peñarol numa disputa histórica

ESCALAÇÃO DO PEÑAROL
Sem problemas de lesão ou suspensão, o técnico Diego Aguirre deverá mandar a campo a mesma escalação da partida de Montevidéu. Olivera, que vinha sentindo dores no ombro, está liberado e formará dupla de ataque com Martinuccio. A escalação: Sosa, González, Valdéz, Guillermo Rodríguez e Darío Rodríguez; Corujo, Aguiar, Freitas e Mier; Martinuccio e Olivera.

Libertadores 2011: Santos e Peñarol numa disputa histórica


OUTROS DETALHES DO SANTOS

Paulo Henrique Ganso volta ao time após 45 dias afastado por causa de uma lesão na coxa direita, que sofreu durante o primeiro jogo da final do Paulistão, contra o Corinthians, dia 8 de maio, no Pacaembu. Considerado o maestro alvinegro, o camisa 10 andou fazendo muita falta ao time, que apresentou dificuldades para armar jogadas em alguns jogos. A esperança dos santistas é que o jogador, com seu toque de classe, faça o Peixe andar bem e em direção ao gol.

OUTROS DETALHES DO PEÑAROL
Martinuccio não foi bem no primeiro jogo. Anulado por Adriano, o camisa 10 da equipe carbonera praticamente não pegou na bola em Montevidéu. Mesmo assim, continua sendo a esperança de gols e boas jogadas de sua equipe. O técnico Diego Aguirre acredita que seu principal armador terá mais espaços no Pacaembu, já que o Santos deverá buscar mais o ataque.

Pra finalizar, um vídeo com os melhores momentos da partida da última quarta.

[Fonte: Globo Esporte]




Categorias: Curiosidades,Esporte,Vídeos
Tags: , , , , , , , ,
22 de junho de 2011 | Por Redação | 1 Comentário

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição


Depois do empate em Montevidéu, só uma vitória separam o Santos e a Taça Libertadores 2011. Seria o desfecho perfeito de uma campanha também quase perfeita do time paulista, estrelado pelo jogador (e futuro pai) Neymar.

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

O time santista se prepara para vencer o mesmo time que lhe deu o primeiro título na Libertadores, em 1962. Como os dois times não se enfrentam desde então, nem precisa dizer que do lado uruguaio a determinação de vencer também não deixar a desejar, né?

Pra aumentar um pouquinho a expectativa pela grande decisão, o TenhoDito selecionou algumas informações sobre a participação dos dois times na competição.

SANTOS

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

Primeira equipe brasileira a conquistar o título máximo do futebol sul-americano, o Santos venceu a edição de 1962 após disputar 9 jogos, sendo 3 deles numa espetacular final frente ao Peñarol do Uruguai. Até então, os uruguaios eram a única equipe que já havia conquistado a Taça Libertadores, em 1960 e 1961.

Em 1963, o Santos disputou apenas 4 partidas, mas foram grandes batalhas diante do Botafogo, com direito a uma vitória por 4×0 em pleno Maracanã, e as partidas finais frente ao Boca Juniors, até então invicto em “La Bombonera”, com duas vitórias brasileiras por 3×2 e 2×1.

Em 1964, o Santos iniciou o campeonato nas semifinais e foi eliminado após duas derrotas para o Independiente, que iria ganhar o primeiro dos seus sete títulos da Libertadores.

Já em 1965, na última participação de Pelé na Taça Libertadores, após eliminar o Universidad de Chile e Universitário, de Lima, o Santos foi desclassificado pelo Peñarol nas semifinais.

Em 1966 as equipes brasileiras não disputaram a Taça Libertadores e em 1967, o Santos abriu mão de sua participação. Preferiu disputar o campeonato paulista.

Em 1984 o time Santista voltou e mal ao Torneio. Foi a pior competição de toda sua história, com apenas uma vitória em 6 partidas disputadas.

Quase 20 anos depois do fracasso, quase o Santos levantou o taça de 2003. Fez  ótima campanha e conquistou o vice-campeonato ao perder os jogos finais para o Boca Juniors.

Nas últimas 3 participações o Peixe foi eliminado por equipes que chegaram a Final. Em 2004, nas Quartas de Finais frente ao Once Caldas. Em 2005, também nas Quartas de Finais, diante do Atlético Paranaense. Em 2007, nas Semifinais. contra o Grêmio.

PEÑAROL

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

Equipe com 38 participações na competição o grande Peñarol é sem dúvida uma grande referência na Taça Libertadores.

Conquistou 5 títulos ao todo, sendo o campeão das duas primeiras edições em 1960 e 1961, em finais contra o Olímpia e Palmeiras.

Em 1962 teria conquistado o tricampeonato se não tivesse enfrentado justamente o Santos de Pelé. No ano seguinte, em 1963, o Peñarol foi eliminado pelo Boca Juniors nas semifinais.

O time voltaria novamente às finais em 1965, quando foi derrotado pelo Independiente. Já no ano seguinte, em sua quinta final, veio o terceiro título, desta vez ao vencer o River Plate.

Nos três anos seguintes, 1967, 1968 e 1969, chegou às Semifinais, sendo eliminado pelo rival Nacional, Palmeiras e novamente pelo maior “inimigo”, o Nacional.

Em 1970, aconteceu sua sexta final, e terceiro vice campeonato frente o Estudiantes.

Sua sétima final aconteceria apenas em 1982, quando foi campeão frente o Cobreloa. No ano seguinte perdeu o título para o Grêmio. Em 1987, conquistou seu último título, o quinto, frente o América de Cali.

Desde então, o máximo que o Peñarol conseguiu foi chegar às Quartas de Finais. Foram 305 jogos com 141 vitórias, 69 empates e 95 derrotas, 477 gols marcados e 355 sofridos.

O TenhoDito costuma ser imparcial quando o assunto é futebol. Mas como ainda não dá pra torcer pelos uruguaios, encerro o post com um vídeo que mostra os melhores momentos do Santos na competição. Pra quem é fã e pra quem não é, vale a pena conferir o jogo mais tarde, né?!

[Fonte: Blog do Birner e Blog Rádio Mídia]




Categorias: Esporte
Tags: , , , , , , ,
14 de junho de 2011 | Por Redação | Comente


alimentação apple atriz atrizes beleza cantora carro casamento celebridades chocolate cinema cuidado curiosidade curiosidades dica dicas dieta emagrecer filme fotos futebol game humor imagens ipad Jogador jogos lady gaga lançamento Libertadores maquiagem mulheres musica neymar novidade pesquisa receita santos saúde tecnologia televisão video vídeos wiliam youtube