Tenho Dito!

Ciência: os 5 inventores mais produtivos do mundo


Tudo bem que alguns amantes da ciência são capazes de passar décadas estudando o comportamento de uma única espécie de marisco. Mas existem também casos de cientistas bem mais produtivos. E bota produtivo nisso! Na lista abaixo você vai conhecer os cinco pesquisadores que mais registraram patentes até hoje. É tanta produção que fica difícil não lamentar que eles não tenham tido vocação pra política, por exemplo. Ia ajudar bastante no caso do Brasil, né?! Confira!

Ciência: os 5 inventores mais produtivos do mundo

5 – George Albert Lyon
O quinto colocado era canadense e seu invento mais conhecido é o para-choques, que absorve parte do impacto no caso de uma colisão do carro. George Albert Lyon nasceu em 1882, viveu 79 anos e chegou a registrar 993 famílias de patentes enquanto esteve em atividade. Ele também ficou conhecido por ter anunciado a própria aposentadoria de sua empresa, Lyon Inc, diversas vezes. Mas, assim que uma nova ideia para uma invenção aparecia, ele voltava ao trabalho com mais energia que antes.

Ciência: os 5 inventores mais produtivos do mundo

4 – Thomas Edison
O inventor da lâmpada era tão incansável que até hoje, tanto depois da sua morte, continua sendo um dos cientistas mais produtivos do mundo. Nascido em 1847, ele registrou 1.084 famílias de patentes além da lâmpada ele foi o criador pelo fonógrafo (o primeiro sistema para gravação e reprodução de som, patenteado em 1877), a primeira câmera filmadora e o cinetoscópio, que permitia ver imagens em movimento individualmente. Tudo isso em 84 anos de vida!

Ciência: os 5 inventores mais produtivos do mundo

3 – Paul Lapstum
Este cientista australiano já tem 1.104 patentes registradas e é o diretor de tecnologia de uma das empresas da Silverbrook Research (o dono da companhia, não por acaso, é justamente nosso primeiro colocado). Uma das invenções mais famosas de Paul é um leitor que permite que você mande e-mail para alguém de quem só tem o cartão de visitas: ele reconhece o “@” e pega automaticamente o endereço impresso nele.

Ciência: os 5 inventores mais produtivos do mundo

2- Shunpei Yamazaki
Com 2.677 famílias de patentes registradas internacionalmente, o japonês de 69 anos contribuiu com invenções nas áreas de computação e física do estado sólido (que estuda a matéria rígida). Ele é hoje o presidente do laboratório de pesquisas Semiconductor Energy Laboratory, baseado em Tóquio. Na foto aqui em cima ele aparece com uma de suas invenções: um transmissor fino como uma folha de papel.

Ciência: os 5 inventores mais produtivos do mundo

1- Kia Silverbrook
De longe, o cientista e inventor australiano de 53 anos é a pessoa que mais patenteou criações. São 4.092 famílias de patentes registradas até 23 de Agosto de 2011 (e é claro que esse número já pode ter subido). Dono da maior companhia de pesquisas não governamental da Austrália, ela emprega cerca de 500 cientistas e pesquisadores. Suas invenções estão no campo da tecnologia digital, softwares, internet e até na robótica. Sua invenção mais famosa é o Memjet, uma tecnologia de impressão colorida em alta velocidade, criada em 2007.

[Fonte: Blog da Super]






alimentação apple atriz atrizes beleza cantora carro casamento celebridades chocolate cinema cuidado curiosidade curiosidades dica dicas dieta emagrecer filme fotos futebol game humor imagens ipad Jogador jogos lady gaga lançamento Libertadores maquiagem mulheres musica neymar novidade pesquisa receita santos saúde tecnologia televisão video vídeos wiliam youtube