Tenho Dito!

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição


Depois do empate em Montevidéu, só uma vitória separam o Santos e a Taça Libertadores 2011. Seria o desfecho perfeito de uma campanha também quase perfeita do time paulista, estrelado pelo jogador (e futuro pai) Neymar.

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

O time santista se prepara para vencer o mesmo time que lhe deu o primeiro título na Libertadores, em 1962. Como os dois times não se enfrentam desde então, nem precisa dizer que do lado uruguaio a determinação de vencer também não deixar a desejar, né?

Pra aumentar um pouquinho a expectativa pela grande decisão, o TenhoDito selecionou algumas informações sobre a participação dos dois times na competição.

SANTOS

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

Primeira equipe brasileira a conquistar o título máximo do futebol sul-americano, o Santos venceu a edição de 1962 após disputar 9 jogos, sendo 3 deles numa espetacular final frente ao Peñarol do Uruguai. Até então, os uruguaios eram a única equipe que já havia conquistado a Taça Libertadores, em 1960 e 1961.

Em 1963, o Santos disputou apenas 4 partidas, mas foram grandes batalhas diante do Botafogo, com direito a uma vitória por 4×0 em pleno Maracanã, e as partidas finais frente ao Boca Juniors, até então invicto em “La Bombonera”, com duas vitórias brasileiras por 3×2 e 2×1.

Em 1964, o Santos iniciou o campeonato nas semifinais e foi eliminado após duas derrotas para o Independiente, que iria ganhar o primeiro dos seus sete títulos da Libertadores.

Já em 1965, na última participação de Pelé na Taça Libertadores, após eliminar o Universidad de Chile e Universitário, de Lima, o Santos foi desclassificado pelo Peñarol nas semifinais.

Em 1966 as equipes brasileiras não disputaram a Taça Libertadores e em 1967, o Santos abriu mão de sua participação. Preferiu disputar o campeonato paulista.

Em 1984 o time Santista voltou e mal ao Torneio. Foi a pior competição de toda sua história, com apenas uma vitória em 6 partidas disputadas.

Quase 20 anos depois do fracasso, quase o Santos levantou o taça de 2003. Fez  ótima campanha e conquistou o vice-campeonato ao perder os jogos finais para o Boca Juniors.

Nas últimas 3 participações o Peixe foi eliminado por equipes que chegaram a Final. Em 2004, nas Quartas de Finais frente ao Once Caldas. Em 2005, também nas Quartas de Finais, diante do Atlético Paranaense. Em 2007, nas Semifinais. contra o Grêmio.

PEÑAROL

Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

Equipe com 38 participações na competição o grande Peñarol é sem dúvida uma grande referência na Taça Libertadores.

Conquistou 5 títulos ao todo, sendo o campeão das duas primeiras edições em 1960 e 1961, em finais contra o Olímpia e Palmeiras.

Em 1962 teria conquistado o tricampeonato se não tivesse enfrentado justamente o Santos de Pelé. No ano seguinte, em 1963, o Peñarol foi eliminado pelo Boca Juniors nas semifinais.

O time voltaria novamente às finais em 1965, quando foi derrotado pelo Independiente. Já no ano seguinte, em sua quinta final, veio o terceiro título, desta vez ao vencer o River Plate.

Nos três anos seguintes, 1967, 1968 e 1969, chegou às Semifinais, sendo eliminado pelo rival Nacional, Palmeiras e novamente pelo maior “inimigo”, o Nacional.

Em 1970, aconteceu sua sexta final, e terceiro vice campeonato frente o Estudiantes.

Sua sétima final aconteceria apenas em 1982, quando foi campeão frente o Cobreloa. No ano seguinte perdeu o título para o Grêmio. Em 1987, conquistou seu último título, o quinto, frente o América de Cali.

Desde então, o máximo que o Peñarol conseguiu foi chegar às Quartas de Finais. Foram 305 jogos com 141 vitórias, 69 empates e 95 derrotas, 477 gols marcados e 355 sofridos.

O TenhoDito costuma ser imparcial quando o assunto é futebol. Mas como ainda não dá pra torcer pelos uruguaios, encerro o post com um vídeo que mostra os melhores momentos do Santos na competição. Pra quem é fã e pra quem não é, vale a pena conferir o jogo mais tarde, né?!

[Fonte: Blog do Birner e Blog Rádio Mídia]




Categorias: Esporte
Tags: , , , , , , ,
14 de junho de 2011 | Por Redação | Comentários desativados em Libertadores: trajetória de Santos e Peñarol na competição

Libertadores: fotos, curiosidades e vídeo sobre maior goleador da história da competição


Criada só em 1960, a Libertadores da América é resultado de um projeto defendido por brasileiros e chilenos. A idéia, na verdade, surgiu um pouquinho antes, em 1948, quando um time chileno organizou um torneio de campeões da América que fez um sucesso inesperado.

O projeto era semelhante ao torneio que já acontecia na Europa desde 1955.

Mas o que pouca gente sabe é que os primeiros confrontos internacionais entre clubes na América do Sul ocorreram no Rio da Prata no início do século XX.

Argentinos e uruguaios iniciaram no ano de 1900 a disputa da Copa Competência, entre os clubes dos dois países. Em 1905 tem início a Copa de Honor Cusenier e, em 1916, é a vez da Copa Aldao.

Hoje, apesar dos argentinos continuarem à nossa frente com 22 títulos, o Brasil, que conquistou 14, ganhou novo fôlego com a vitória do Internacional em 2010. O time, que já tinha vencido a Libertadores de 2006, chegou ao bicampeonato com uma vitória sobre o o Chivas na final em Porto Alegre.

Além do time gaúcho, Santos (1962, 1963), Cruzeiro (1976, 1997), Flamengo (1981), Grêmio (1983, 1995), São Paulo (1992, 1993, 2005), Vasco (1998) e Palmeiras (1999) também já foram campeões da Libertadores.

Para ajudar na torcida, o tenhodito selecionou imagens que fazem um passeio pela história da competição.

Em 1969, com uma Libertadores ainda recém criada, o Estudiantes venceu a competição.

Curiosidades sobre a Copa Libertadores

Na imagem abaixo, o goleiro Hugo Gatti e o meio-campo Mario Zanabria do Boca Juniors, time vencedor em 1977 e 1978

Curiosidades sobre a Copa Libertadores

A última versão do troféu da Libertadores, que mudou de nome ao longo dos anos por conta dos patrocinadores. Este ano, o nome oficial é Copa Santander Libertadores 2011.

Curiosidades sobre a Copa Libertadores

Vitória do Internacional, no ano passado.

Curiosidades sobre a Copa Libertadores

São Paulo ergue a taça em 2005. Time é o único tricampeão brasileiro na Libertadores.

Curiosidades sobre a Copa Libertadores
Finalizamos o post com uma homenagem ao maior goleador da Libertadores até agora, que infelizmente não é brasileiro.

Pedro Alberto Spencer Herrera, ou só Alberto Spencer, nasceu em 1937 em Áncon, província de Guayas, Equador.

Até hoje, ninguém conseguiu bater o recorde do jogador, que marcou 54 gols em 88 jogos.

Sozinho, Spencer fez mais que Pelé e Coutinho juntos, honra de que poucos podem se vangloriar seja em qual quesito for.

Falecido em 2006, o equatoriano foi reconhecido como o maior jogador da história de seu país, apesar de ter sido ignorado pela imprensa brasileira e argentina.

Abaixo, um vídeo em homenagem a ele.




Categorias: Esporte
Tags: , , , ,
13 de junho de 2011 | Por Redação | 2 Comentários


alimentação apple atriz atrizes beleza cantora carro casamento celebridades chocolate cinema cuidado curiosidade curiosidades dica dicas dieta emagrecer filme fotos futebol game humor imagens ipad Jogador jogos lady gaga lançamento Libertadores maquiagem mulheres musica neymar novidade pesquisa receita santos saúde tecnologia televisão video vídeos wiliam youtube