Tenho Dito!

Cocô é usado para fabricar café mais caro do mundo


Kopi Luwak é o nome do café mais caro do mundo. Fabricado na Indonésia em baixíssima escala, o quilo desta “iguaria” chega a custar 493 dólares. E ninguém esconde o fato de que as fezes de um pequeno mamífero, comum na região, são fundamentais para o sabor característico da bebida.

Cocô é usado para fabricar café mais caro do mundo

Civeta é o nome do animal que gera lucro para os produtores do Kopi Luwak. Ele é comumente visto na ilha de Sumatra. Na Indonésia os animais usados para essa finalidade são alimentados com frutos de café e, durante a digestão, os grãos não são completamente digeridos. O que acontece é uma transformação que deixa o café com as características próprias (e raras) do Kopi Luwak. Depois que o animalzinho devolve o que comeu à natureza, é hora de tostar o café e moê-lo.

Cocô é usado para fabricar café mais caro do mundo

Pode parecer simples, mas a dependência do tempo de digestão do animal é o que torna esse café tão raro e o que mantém a produção em níveis tão baixos. Por muito anos, inclusive, se acreditou que só a civeta fosse capaz de digerir os grãos de café de modo ideal para a produção do  Kopi Luwak.

Mas aqui no Brasil, em uma fazenda no Espírito Santo, uma experiência parecida começou a ser feita com outro animal. No caso, o pássaro Jacu.

Cocô é usado para fabricar café mais caro do mundo

Se você quiser saber os detalhes de como as fezes de um animal podem resultar numa bebida deliciosa, vale a pena dar uma olhada no vídeo.

[Fonte: G1 e Blog MexidodeIdeias]




Categorias: Curiosidades
Tags: , , , , , , , , ,
7 de agosto de 2012 | Por Redação | 2 Comentários

Cocô diz muito sobre a sua saúde


Você talvez já tenha ouvido falar nisso, mas se for minimamente parecido comigo deixou a informação passar logo. Pois acredite: o cocô diz muita coisa sobre a nossa saúde. Em casos mais graves, ele pode denunciar até o início de um câncer de intestino. No dia a dia, pode indicar se estamos nos alimentando bem, comendo gordura ou açúcar demais ou se existe alguma razão pra procurar um médico.

Veja essas dicas e entenda porque é importante dar uma olhadinha antes de acionar a descarga.

Cocô: ele diz muito sobre a sua saúde

1) COR

É importante que as fezes tenham a cor marrom, que é a mais comum. Uma cor parecida com vermelho indica sangramento ou ingestão de alimentos muito pigmentados, como gelatina, cereais vermelhos, suco de tomate, beterrada ou medicamentos com essa cor.

Já se forem mais escuras, as fezes podem indicar que há sangramento no estômago ou excesso de ferro no organismo. Para quem achou o cocô meio verde, o conselho é relaxar. A cor é causa do consumo de gelatina verde, alimentos com ferro e espinafre.

Já se a suas fezes estão esbranquiçadas ou amarelas, tenha um pouco mais de atenção: isso pode acontecer por causa do excesso de leite, mas também pode ser consequencia do uso de antiácidos ou até de hepatite. A aparência amarelada também pode ser causada por um parasita chamado giárdia.

Cocô: ele diz muito sobre a sua saúde

2) APARÊNCIA

Muco ou sangramento nas fezes são sinais mais preocupantes e o conselho é realmente procurar um médico. Isso pode significar que você tem hemorróidas, colite ou até mesmo câncer.

Já as fezes muito gordurosas são típicas de má absorção de algum nutriente. Se forem acompanhadas de muitos gases, por exemplo, podem indicar uma má absorção de carboidratos.

Um cocô amolecido e pastoso e com pedaços de alimentos pode ser sinal de intoxicação alimentar, intolerância a lactose, uso de antibióticos e antiácidos e até denunciar situações de muita ansiedade.

Cocô: ele diz muito sobre a sua saúde

3) DESCONFORTO

Sentir dor na hora de fazer cocô pode significar que você está com hemorróidas ou está comendo poucas fibras no dia a dia.

E se as fezes têm um cheiro fedido demais, outro motivo para ter atenção: esse pode ser um sinal de desequilíbrio da flora intestinal ou um excesso de proteína animal que pode ter apodrecido dentro do intestino, antes de ser eliminado.

4) FORMATO

Se o seu cocô é fino e comprido, atenção: ou você está comendo poucas fibras ou existe algum problema que atrapalha a passagem das fezes.

Já se as fezes aparecem no formato de bolinhas pequenas e ressecadas, você pode estar com o intestino preso, o que denuncia falta de fibras, falta de água e excesso de gordura, fast foods e alimentos industrializados.

5) OUTRAS DICAS LEGAIS

Se suas fezes boiam isso signifca que ela tem maior concentração de fibras e que está tudo bem nesse quesito. Já se elas afundam, isso mostra uma maior concentração de gorduras no seu organismo.

Quando alguma coisa não vai bem com a nossa digestão o próprio corpo se encarrega dos alertas. Sentimos dores, cólicas, barriga inchada e acumulamos gases, além de experimentar uma sensação geral de desconforto.

Na hora de ir ao banheiro, procure ficar o mais próximo possível da posição que faria se estivesse de cócoras. Vale apoiar os pés num banquinho ou numa pilha de jornais, porque isso facilita bastante a eliminação total das fezes.




Categorias: Curiosidades,Dicas
Tags: , , , , , , ,
18 de dezembro de 2011 | Por Redação | 25 Comentários


alimentação apple atriz atrizes beleza cantora carro casamento celebridades chocolate cinema cuidado curiosidade curiosidades dica dicas dieta emagrecer filme fotos futebol game humor imagens ipad Jogador jogos lady gaga lançamento Libertadores maquiagem mulheres musica neymar novidade pesquisa receita santos saúde tecnologia televisão video vídeos wiliam youtube