Tenho Dito!

Tudo pelo meio ambiente: conheça a escola construída com garrafas PET


A falta de escolas de ensino básico e o apelo à preservação do meio ambiente motivaram a imaginação do filipino Illac Diaz, que resolveu os dois problemas de uma vez só. Usando garrafas PET de 1,5 e 2 litros, ele construiu uma escola em San Pablo, uma das províncias do país.

Para preservar o meio ambiente, filipino controi escola com garrafas PET

Milhares de garrafas de plástico foram usadas na construção da escola, que fica em San Pablo, nas Filipinas

Depois de concluir a primeira unidade, ele se empolgou com a idéia e lançou o Bottle School Project que, como o nome sugere, pretende construir outras escolas de uma forma bem barata. As milhares de garrafas usadas pelo filipino foram foram preenchidas com adobe líquido – uma substância feita com terra crua, água e fibras naturais ou palha – para dar consistência às paredes. Segundo Diaz, além de ser mais barato do que o concreto, o adobe é cerca de três vezes mais forte do que o cimento.

Para preservar o meio ambiente, filipino controi escola com garrafas PET

Construção foi feita com material mais resistente que cimento

O visionário, no entanto, não conseguiu a proeza sozinho. Para que o projeto desse certo, ele contou com a ajuda da My Shelter Foundation (Fundação Meu Abrigo, em português), que promoveu uma corrida beneficente, no início da obra, para coletar garrafas PET usadas. Dezenas de voluntários também participaram da construção da escola, que foi instalada em um terreno doado pelo governo local de San Pablo.

Agora, Diaz pretende expandir o projeto para construir outras “escolas de garrafa” nas Filipinas, na Ásia e, quem sabe, no restante do mundo. Para isso, segundo ele, será preciso investir na conscientização dos governos a respeito da urgência em se investir mais no ensino. O primeiro passo, pelo menos, já foi dado!

Fotos de Kristel Gonzales
[Fonte: Super Interessante]





Gostou? Curtiu? Compartilhe!

Divulgue no Orkut