Tenho Dito!

Mentiras que ficaram famosas na web


O mês de abril começa com o dia da mentira, mas, antes de você exagerar na dose, leia esse post. São histórias inventadas que viraram febre por um curto espaço de tempo, mas assumiram proporções pra lá de inesperadas

1) O pássaro Galvão

Criada na Copa de 2010, quando brasileiros começaram a se irritar com o narrador Galvão Bueno e inundaram o Twitter com a hashtag “CALA BOCA, GALVÃO!”. Um vídeo em inglês difundiu a mentira de que Galvão seria uma ave brasileira ameaçada de extinção e cada tweet com a mensagem renderia 10 centavos para a causa.

A expressão se tornou a mais twittada do mundo nesse dia e os brasileiros festejavam aquilo que chamavam de “a maior piada interna da história”.

2) Lady Gaga é hermafrodita

Em 2009, um vídeo de um show de Lady Gaga revelou um volume suspeito em sua calcinha e deu origem ao boato de que a cantora seria hermafrodita. Poucos meses e muitas notícias falsas depois, em agosto de 2009, Lady Gaga disse que essa história toda era vulgar demais para ela sequer discutir.

3) A foto do avião no dia 11 de setembro

Mentiras que ficaram famosas na web

Pouco depois dos atentados de 11 de setembro, começou a circular na internet a imagem de um turista no momento exato em que um avião estava para atingir uma das torres. A câmera com a foto teria sido encontrada no meio dos escombros. Apesar da fama imensa, vários erros provam que a imagem é falsa. Para começar, 11 de setembro de 2001 foi um dia quente e ensolarado – ao contrário do que mostra a foto, em que o rapaz está agasalhado. Além disso, o avião da imagem se aproxima pelo norte, o que significa que teria atingido a torre norte. Acontece que não existe um deck de observação ao ar livre ali. A torre sul é possui um, mas ele só abria às 9h30 da manhã. O primeiro avião atingiu o WTC às 8h49. Assim, a farsa logo foi descoberta.

4) Gatinhos bonsai

Mentiras que ficaram famosas na web

Essa mentira, que ficou famosa em 2001, usou ainda mais a criatividade. Filhotes recém-nascidos de pobres gatinhos estariam sendo colocados dentro de recipientes de vidro para não crescer. Urina e fezes seriam removidas através de sondas e os bichinhos ainda receberiam substâncias para deixar os ossos moles e flexíveis e tomarem a forma da garrafa. Alguns e-mails diziam que os gatos estavam sendo vendidos em Nova York por um japonês inescrupuloso; outro contava que o experimento estava sendo feito por cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts. A lenda virou um clássico da internet e até gerou protestos irados de protetores dos animais.

[Fonte: Blog Super Interessante]





Gostou? Curtiu? Compartilhe!

Divulgue no Orkut

Comente

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.