Tenho Dito!

Compulsão alimentar: como exercitar o controle e viver melhor


Um dia desses fiquei assustada com minha própria falta de bom senso. Depois de ter comido exageradamente numa festa, passado mal e vomitado (tudo em menos de três horas), eu simplesmente saí do banheiro e voltei a comer. Foram uns 20 ou mais pedaços de brownie, pãezinhos com patê e geléia, torradas, torta de limão e até brigadeiro de colher. Apesar de ter eliminado parte do exagero com o vômito provocado, ainda assim comi tanto depois disso que continuei a me sentir mal mesmo depois de ter chegado em casa.

Compulsão alimentar: saiba como exercitar o controle e viver melhor

Como sou adepta e defensora de qualquer dieta equilibrada (embora também seja viciada em doces, sobretudo o chocolate), fiquei assustada com meu comportamento e fui ler sobre o assunto. Descobri que pequenos acessos de compulsão alimentar podem ser normais se não se repetirem mais de uma ou duas vezes por semana, mas também fiquei sabendo que a compulsão por comida é uma doença que, se for mesmo diagnosticada, precisa ser tratada com atenção pelo resto da vida.

Por isso, esse post.

Compulsão alimentar: saiba como exercitar o controle e viver melhor

O problema da compulsão alimentar é tão grande que existe um grupo de ajuda como o Alcoólicos Anônimos voltado apenas para quem tem esse transtorno. É o Comedores Compulsivos Anônimos. Eles também se reúnem semanalmente e usam a troca de experiências para superar as dificuldades e controlar os impulsos.

Compulsão alimentar: saiba como exercitar o controle e viver melhor

Para saber mais sobre o assunto, acesse o site deles e veja se há reuniões perto da sua casa. Perto da minha tem, mas por enquanto eu vou tentar me segurar sozinha e ter mais atenção das próximas vezes.

Se você também tem pequenos (ou grandes) acessos de compulsão por comida, veja algumas dicas para evitar o exagero.

Antes de comer, pense no que está fazendo. Tente não atacar a comida sem refletir antes e nem comer enquanto estiver distraído com a TV ou o computador, por exemplo. Fica mais fácil exagerar e mais complicado ter uma noção exata do que está sendo consumido.

Se concentre no que está comendo no momento, não no que ainda poderá comer depois.
Compulsão alimentar: saiba como exercitar o controle e viver melhor

Coma devagar e faça intervalos pequenos entre uma garfada e outra. Se terminou de comer um salgado e quer comer uma sobremesa, tente fazer um intervalo maior e pensar bem no que vai escolher. Isso aumenta as chances de fazer uma escolha consciente.

Se você está no meio de uma crise de compulsão, procure dividir o que quer comer (pode ser uma pizza, um pote de sorvete, ou um monte de salgadinhos) em porções pequenas. Mais uma vez, a dica é comer devagar e com pequenos intervalos entre uma porção e outra, para que seu organismo tenha mais chances de se sentir saciado.

Compulsão alimentar: saiba o que fazer para ter controle e viver melhor

– Por fim, lembre que problemas emocionais, psicológicos ou mesmo físicos também podem provocar uma gula desenfreada. Se até agora você tentou se policiar e nada deu certo, o melhor é procurar ajuda especializada e segura para saber exatamente como lidar com o problema.

O tratamento da Compulsão Alimentar exige o trabalho de profissionais de diferentes áreas, como a psicologia e a nutrição. O objetivo final é fazer com que a pessoa diagnosticada com o problema consiga ter controle sobre as refeições e adote uma reeducação alimentar para toda a vida. Com o tempo, se render a um pedaço de torta (e só um mesmo) ou a uma porção maior de sorvete deixa de ser um problema.

Outra dica pra quem quiser aprofundar a leitura e entender melhor a compulsão e outros transtornos alimentares é o site Pense Magro, que traz textos bem fáceis e informações úteis sobre como lidar melhor com a comida.





Gostou? Curtiu? Compartilhe!

Divulgue no Orkut